Exposição Composições

Embora com alguma frequência a arte não seja nada mais do que um ato de catarse, trazendo alivio aos anseios mais profundos da minha alma, a arte em sua forma mais pura é a extensão da alma. Talvez a interpretação da vida, a tradução de toda experiência humana, uma expressão das nossas emoções.

 

Esses dias me peguei pensando que atualmente todas as inspirações necessárias a mim, vem do que eu vivo e daquilo que já vivi. Das raízes. A arquitetura é prova disso na minha vida e apesar do meu conhecimento em arquitetura sempre ter permeado minha trajetória criativa, hoje essa pesquisa se materializa com muito mais clareza, através de novas materialidades, tridimensionalidade, texturas e composições.

 

Eu sempre brinquei que quem acha o centro de SP feio é porque anda olhando para o chão. Quando se olha pra cima lá está, arte. A arquitetura, a volumetria, a estética, a simetria, as cores, o céu. Essa é a dinâmica intuitiva intuitiva desse processo, enxergar o que sempre esteve ali, para depois representar como uma estrutura sensibilizada do meu eu.

 

Pablo Picasso dizia que a arte é a exclusão do desnecessário, porém acredito também que arte é fundamentalmente sobre a expansão do conhecimento. Por isso entrego a exposição Composições, para não ser imutável, para transitar, para expandir, evoluir, desconstruir e recomeçar.

sanches studio© 2020 . Todos os direitos reservados.

Consulte catálogo: contact@sanchesArt.com

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
Carrinho0
LOGO SEM FUNDO.png